Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Centro Recursos e Formação - Associação Portuguesa de Investigação Educacional

Sempre no sentido do esclarecimento, da partilha e da formação.

Centro Recursos e Formação - Associação Portuguesa de Investigação Educacional

Sempre no sentido do esclarecimento, da partilha e da formação.

Avaliação Individual da Acção nº6

A convivência do aluno com NEE’S e do professor na sala de aula está longe de ser algo naturalmente aceite. E nem sequer se trata, na maior parte dos casos, de má vontade por parte do professor ou indisponibilidade do aluno portador de deficiência. Trata-se, tão somente, da dificuldade de adaptar a escola, tão sabiamente arquitectada de formas teóricas, à luz da nossa bem intencionada legislação, a uma realidade tão presente no dia-a-dia. Não basta decretar a integração do aluno deficiente, misturá-lo com outros alunos e um professor para que a sua integração escolar se consiga, nem tão pouco se garanta o desenvolvimento das suas capacidades/aprendizagens. Também não nos parece sensato olhar para o professor e ver na sua licenciatura uma formação do tipo "pau para toda a colher" nem esperar que cada professor, por motivação intrínseca, busque entre os paus da sua formação, a "colher" que há em si. Uma boa parte do problema parece-nos residir essencialmente no "interface conceptual", ou seja, o modo como o problema é resolvido pelos agrupamentos escolares e pelo Ministério da Educação, que muitas vezes não dá as escolas recursos que lhes permitam ajudar estes jovens a ultrapassarem as suas deficiências e a serem futuros adultos adaptados a uma sociedade em pleno desenvolvimento.

Autoria: Joaquina Jacinto (Professora)

Data: Abril de 2007