Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Centro Recursos e Formação - Associação Portuguesa de Investigação Educacional

Sempre no sentido do esclarecimento, da partilha e da formação.

Centro Recursos e Formação - Associação Portuguesa de Investigação Educacional

Sempre no sentido do esclarecimento, da partilha e da formação.

Avaliação Individual da Acção - Terapia Assistida Animais

“ (…) porque não abrir a escola às novas tecnologias e a novas terapias?”

(Alfredo Costa 2003)

Uma escola é, necessariamente, um espaço de aquisição de competências que ultrapassam o mero conhecimento académico. A formação cívica, a promoção de atitudes positivas e responsáveis e a promoção de valores constituem, hoje, um desafio tão ou mais importante do que a transmissão de conhecimentos e saberes. Com a democratização do ensino e a abertura das fronteiras as escolas são confrontadas com uma cada vez maior diversidade étnica, cultural e social. A compreensão política de que a escola tem que ser inclusiva – respeitando todas as diferenças, incluindo as resultantes de défice ou incapacidade – exige que se procurem novas estratégias de intervenção de forma a promover a plena integração e desenvolvimento de todos os alunos. As novas modalidades de resposta devem necessariamente acompanhar a evolução da ciência e fundamentar-se naquilo que os investigadores dizem constituir caminhos promissores; mas, também, é preciso partir dos interesses e motivações dos alunos para que o esforço de aprendizagem resulte em momentos gratificantes e apelativos. A Terapia Assistida pelo Animal (TAA), não exigindo às escolas grandes recursos ou custos, parece conjugar de uma forma óptima os dois aspectos referidos. Se, por um lado, a maior parte das crianças e jovens se sente particularmente atraída pela interacção com animais, por outro a investigação tem vindo a demonstrar que a TAA é uma técnica útil na socialização, no apoio a alunos com necessidades educativas especiais e na diminuição da ansiedade de várias causas, para só citar alguns dos aspectos com mais relevo para as escolas. Embora a TAA possa ser realizada com o recurso a animais variados, os cães em particular têm sido utilizados em projectos de educação, nas mais diversas situações físicas e psicológicas, com resultados bastante positivos ao nível dos problemas de comunicação, comportamento, emocionais e de aprendizagem.

Em suma, a capacidade dos animais serem sociáveis e cooperantes com os seres humanos parece poder ser utilizada de forma muito produtiva em contexto escolar, prática ainda muito pouco divulgada no nosso país. A sua divulgação, e o estabelecimento de parcerias com técnicos habilitados a intervir nesta área, poderá constituir um importante contributo para a plena inclusão de TODOS na escola.

Autoria: Cristina Sena Neves

Data: Novembro de 2007