Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Centro Recursos e Formação - Associação Portuguesa de Investigação Educacional

Sempre no sentido do esclarecimento, da partilha e da formação.

Centro Recursos e Formação - Associação Portuguesa de Investigação Educacional

Sempre no sentido do esclarecimento, da partilha e da formação.

Avaliação da acção - PCT vs Adaptações Curriculares

Tal como é referido no texto “Só ocorrendo uma mudança de atitudes, por parte dos professores, é que se torna possível efectuar adaptações ao currículo regular e transformá-lo num currículo especial, adaptada à turma, à criança ou à situação com que se depara quando se confronta com uma turma num novo ano lectivo”, para que esta situação seja possível é fundamental haver uma boa articulação entre os docentes de educação especial e os docentes do ensino regular.

A inclusão tem como principal objectivo que todos os alunos tenham direito a uma educação igual  e de qualidade. Para que essa qualidade seja respeitada as escolas também têm de ter em conta o número de alunos por turma para que o professor possa dar o acompanhamento necessário às crianças com necessidade educativas especiais.

Ao efectuar o planeamento curricular o professor deverá articular as actividades com as necessidades dos seus alunos, mas para que exista uma boa planificação é necessária a colaboração de dois pilares fundamentais que são a família e a escola (corpo docente).

Os pais têm de dar continuidade ao trabalho efectuado na escola para que as crianças com necessidade educativas especiais ultrapassem as suas dificuldades e que possam valorizar o esforço que realizam para melhorar o seu desempenho, desta forma o aluno terá confiança suficiente em si mesmo e mostrará interesse e entusiasmo na realização das tarefas escolares.

Joana Pinto (Educadora de infância)