Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Centro Recursos e Formação - Associação Portuguesa de Investigação Educacional

Sempre no sentido do esclarecimento, da partilha e da formação.

Centro Recursos e Formação - Associação Portuguesa de Investigação Educacional

Sempre no sentido do esclarecimento, da partilha e da formação.

Avaliação da acção - Multideficiência no contexto educativo

Um desafio para as Escolas: A Multideficiência

Segundo Orelove e Sobsey (2000) a pessoa com Multideficiencia apresenta limitações acentuadas no domínio cognitivo, requer apoio permanente, e que tem associado limitações no domínio motor, ou no domínio sensorial, podendo ainda apresentar necessidades de cuidados de saúde específicos.

Já em 1994, a Declaração de Salamanca afirma que “as crianças e jovens com necessidades educativas especiais devem ter acesso às escolas regulares, que a elas se devem adequar através duma pedagogia centrada na criança, capaz de ir ao encontro destas necessidades”. Portugal, tenta, 14 anos depois, com a aprovação do tão controverso Dec. Lei 3/2008.

A inclusão dos Alunos com Multideficiencia no ensino regular implica uma reorganização da escola, dos recursos existentes, quer pessoais, quer matérias, de forma a poderem ser optimizados em torno desse aluno; é necessário criar estratégias para a participação desse aluno na escola, recorrendo sempre a actividades significativas para o aluno.

A especificidade das necessidades educativas dos alunos com Multideficiencia requer uma elevada especialização dos técnicos que com eles trabalham, que possam identificar as suas necessidades e a responder às mesmas. As respostas adequadas permitirão a dignificação, o sucesso e a melhor qualidade de vida destes alunos.

Inês Felisberto (Técnica Superior de Educação Especial e Reabilitação)