Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Centro Recursos e Formação - Associação Portuguesa de Investigação Educacional

Sempre no sentido do esclarecimento, da partilha e da formação.

Centro Recursos e Formação - Associação Portuguesa de Investigação Educacional

Sempre no sentido do esclarecimento, da partilha e da formação.

Avaliação Individual da Acção nº3

Adaptações Curriculares

 

Baseio o meu comentário principalmente numa citação de Correia (Correia, 1999: 105), referindo que “é possível realizar com êxito a integração de crianças com necessidades educativas especiais nas classes regulares, introduzindo adaptações curriculares ao alcance de qualquer professor (…)”. Confesso que tenho pouca experiência educativa, mas durante o meu estágio académico, dei apoio a crianças com dificuldades de aprendizagem e havia em particular uma, com um nível cognitivo baixo, com sérias dificuldades de aprendizagem, que estava ao abrigo do Decreto nº 319/91 e incluída nas classes regulares. Não imaginam a alegria com que esse aluno me recebia quando o ia buscar à aula de inglês, pois segundo o próprio não estava a perceber nada (note-se que este aluno tinha 13 anos e quando comecei a trabalhar com ele só lia palavras de duas sílabas e com muita dificuldade).

Não haja dúvida de que a inclusão é importante para que nenhuma criança se sinta posta de parte, mas na minha modesta opinião, julgo que mais significativo do que incluir a criança, é sim a criança sentir-se incluída.

 

 Autoria: Fabíola Alves (Técnica Superior de Educação)

 Data: Janeiro de 2007