Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Centro Recursos e Formação - Associação Portuguesa de Investigação Educacional

Sempre no sentido do esclarecimento, da partilha e da formação.

Centro Recursos e Formação - Associação Portuguesa de Investigação Educacional

Sempre no sentido do esclarecimento, da partilha e da formação.

Avaliação Individual da Acção nº3

Projecto Curricular de Turma

 

Antes de abordar o tema: Projecto Curricular de Turma, é importante perceber um outro: “currículo”  .

O termo “currículo” apresenta uma grande diversidade de abordagens teóricas muito amplas. Entende-se por currículo escolar aquilo que se espera fazer aprender na escola de acordo com o que se considera relevante e necessário na sociedade num dado tempo e contexto, tendo em atenção factores como a sociedade, particularmente a heterogeneidade cultural e social.

         Com a reorganização curricular, o conceito de currículo sofreu alterações, passando a ser identificado, por um lado como um conjunto de orientações estabelecidas pelas autoridades educativas e por outro associado ao modo como o professor orienta e organiza efectivamente o processo de ensino aprendizagem e as tarefas que propõe aos seus alunos.

Desta forma, no Decreto-Lei nº 6/2001 de 18 de Janeiro, pode-se constatar que o currículo nacional é um conjunto de aprendizagens e competências, que integra os conhecimentos, as capacidades, as atitudes e os valores, a desenvolver pelos alunos ao longo do Ensino Básico.

         Assim sendo, a própria noção de Projecto Curricular de Turma integra a procura de requisitos adequados às diversas necessidades e características de cada aluno, grupo de alunos, escola ou região. O conceito de projecto curricular parte, por isso mesmo, da crença de que a reconstrução do currículo nacional tem mais probabilidades de gerar intervenções educativas eficazes. Levando em consideração cada situação real, definindo opções e intencionalidades próprias e construindo modos específicos de organização e gestão curricular, adequados à construção das aprendizagens que integrem o currículo para os alunos concretos daquele contexto.

 Assim sendo, e na minha opinião, existem vários “tipos” de Projecto Curricular de Turma.

O Projecto Curricular de Turma formal (também conhecido por preescrito, oficial, explicito, instituído) é um plano de acção pedagógica, fundamentado e implementado num sistema tecnológico. Inclui um conjunto de conteúdos a ensinar, distribuídos ordenadamente por disciplinas, temas e áreas de estudo.

O Projecto Curricular de Turma informal (também conhecido por real, operacional, experencial ou instituinte) é um sistema dinâmico, probabilístico, não obedecendo a uma estrutura pré- determinada, ou seja, conjunto de actividades realizadas pelo professor dentro e fora da escola – experiências educativas. É aqui que o professor “mostra o que vale” consoante as actividades, as estratégias que utiliza.

O Projecto Curricular de Turma oculto é uma actuação que não está planificada mas que sai de um modo natural na interacção professores/alunos; surge naturalmente no bom e no mau sentido.

         É preciso atribuir à escola, aos professores e aos seus órgãos de coordenação pedagógica uma muito maior autonomia e capacidade de decisão relativamente aos modos de organizar e conduzir os processos de ensino aprendizagem. Pretende-se, pois, pôr as escolas a olhar para o Projecto Curricular de Turma, não como um projecto fixo a cumprir de forma sagrada e uniforme, mas antes como um projecto aberto que é preciso encher de significados e de sentidos em função das necessidades e desafios que o contexto da escola coloca aos professores enquanto profissionais de uma educação de qualidade e consequentemente promotora de sucesso para todos.

         A noção de Projecto Curricular de Turma encontra-se ligada a três pressupostos relacionados entre si:

         - Diferenciação;

         - Adequação;

         - Flexibilização;

         Para que as aprendizagens sejam bem sucedidas, tem que se promover a diferenciação pedagógica, diversificando as estratégias de acordo com as situações. A gestão curricular está relacionada com a responsabilização na procura dos modos adequados a cada situação concreta de modo a que seja possível promover aprendizagens de forma significativa. Todo este processo requer uma flexibilização ao nível dos percursos individuais, dos ritmos e dos modos de organização do trabalho escolar, sendo incompatível com orientações e quadros de actuação rígidos e uniformes.

 

Autoria: Patrícia Barata dos Santos (Professora)

Data: Janeiro de 2007